Primeira vez no ônibus

PRIMEIRA VEZ NO ÔNIBUS

Mais um dia de faculdade e eu ali cansada na parada do ônibus esperando o mesmo chegar e ainda tinha mais duas horas de viagem, pois morava a 60 km da capital e todos os dias assim era minha rotina diária.

Porém um dia ao entrar no ônibus dei de cara com o Lindomárcio, um ex- ficante de alguns anos atrás. Fiquei boquiaberta, pois fazia mais de ano que não o via. Chamei ele para sentar comigo na parte detrás do ônibus para conversamos.

Ele era branco, olhos castanhos claro, 1,78m, magro com o corpo bem definido, uma delícia de homem. Imediatamente minha mente voltou ao passado e lembrei-me das vezes que tranzamos.

Sentamos e começamos a conversar, perguntando sobre a vida um do outro. Depois começamos a falar do nosso passado e ele perguntou se eu não gostaria de lembrar o passado, respondi:

– Claro que sim.

Nos beijamos, num beijo forte, intenso, molhado e profundo. Sua língua quente percorrendo minha boca me deixou excitada e  naquele momento quis logo sentir o seu membro. Como estava só nós dois na parte detrás do ônibus aproveitei e coloquei minha mão sob sua calça para sentir. Estava completamente duro, fiquei com uma louca vontade de senti-lo em minha boca. Ainda continuava só nós dois na parte detrás do ônibus. Baixei seu zíper e em seguida baixei também coloquei todo aquele membro branco e rosado em minha boca, fiz vários movimentos, passei a língua na cabeça e em todo o seu cumprimento… ai que delícia… como o tesão estava a flor da pele ele gozou…

Quando chegamos ao nosso destino ele falou que o carro estava na garagem da empresa e perguntou se eu queria descer com ele para pegar o carro e irmos há algum lugar. Aceitei na hora.

Descemos na garagem da empresa de ônibus, ele foi até a recepção e na volta eu disse sem más intenções:

– Com esse ônibus aí parado dava certinho para uma tranza bem gostosa.

Ele me olhou e perguntou se eu tinha coragem e respondi que sim.

Não perdeu tempo, pegou minha mão e me levou até o
ônibus.

Não fiquei preocupada, porque a garagem estava escura e não havia ninguém só o segurança na recepção, mas não havia me visto.

Entramos no ônibus e ele me beijou loucamente mordendo meus lábios, apalpando minha bunda, meus seios.

Eu me encontrava em êxtase total, tanto que estava toda umedecida por aquela aventura. Seu pau estava duro, babando de toda a agarração no ônibus.

Ele sentou na poltrona baixou minha calça e me colocou sentada em cima dele, que prontamente comecei a cavalgar bem gostoso em sua pica e enquanto eu pulava e rebolava, ele levantou minha blusa e começou a chupar meus seios que estavam duros de tesão. Ao mesmo que fodíamos ele batia na minha cara, chamando de cachorra e dizendo… vai fode nesse cacete, mata a saudade dele bandida…. Eu mexia os quadris rapidamente, chegando ao ápice junto com ele que gozou urrando baixinho num tesão louco e eu senti aquele jato gostoso e quente em minha buceta.

Essa foi a primeira vez de muitas que tranzei com Lindomárcio nos ônibus da empresa.

Esperem que em breve terá mais….

    Contos relacionados

    Multa Por Excesso De Velocidade

    Morávamos no interior, Robson, Jonas e eu éramos amigos de infância e só nos distanciamos quando eu fui estudar na capital, levei algum tempo para voltar a minha cidadezinha e quando voltei, vi que muita coisa havia mudado. Saímos no meu carro para...

    Comi A Noiva Em Curitiba

    Recebi um e-mail de uma garota de Curitiba que pediu para chama-la de Vá. Vá é uma morena clara, 1,70m, 67kg, 25 anos, peitos e bumbum pequenos mas redondinhos. Disse que leu outro conto meu e que se interessou, falou que estava noiva, que teve mais 4...

    Minha 1º Vez No Cu

    Olá galera meu nome é Adriana, mas meu marido me chama de Drica Putinha, me colocou esse apelido carinhoso, depois que comecei a dar o cu desembolado... Com um ano de casada fiquei grávida e já no 7º mês de gravidez o doutor disse que não podíamos...

    Papai Tirando Meu Cabacinho ?

    Papai tirando meu cabacinho                   Conto de Mayara Nascimento Eu estudava de manhã  e a tarde sempre estava em casa. Minha mãe trabalhava no comércio e meu pai numa industria de bebidas e sempre tinha dois dias de folga na semana...

    Primeira Vez Inesquecível

    Primeira vez inesquecível     Bem eu me chamo Stela (nome fictício), e estou aqui para contar como foi a minha primeira vez. Na época, cursava o ensino médio na cidade vizinha, e como toda quinta feira eu fazia provas, eu dormia na...

    Meu Japa

    Conheci Hiromi numa sala de bate-papo, não recordo agora qual era o tema, como todos devem ter percebido, rsrs era japonês... conversamos por muito tempo falávamos muita sacanagem e começamos a fazer sexo virtual. A certa altura resolvemos nos encontrar...



    contos eroticodscontos eroticos sem viruscontos eroticos de casadas safadascontos eroticos com namoradocontoseroticosincestocontos eroticos quentescontos eroticos gay novinhoscontos eróticos proibidocontos eroticos carnavalcontis eroticostrapon contoscontos eroticos mais lidoscontos eroticos entre irmaoscontos eroticos onlinecontos erotismocasadoscontoeroticocontos incestcontos erotivcoscontos eroticos de gordinhascontos eróticos praiacontos eoritcosacervodecontoscontos eróticos papaininfetas contoscontos eróticos sobrinhacontos eróticos fetichesconto pornorcomendo a tia contos eroticoscontospornoscontos eróticos abusadaconto casadacasa dos contos eroticocontos erotikoscontos incesto mae e filhocontos eróticos amadorconto erotico com negaocontos eroticontos de encoxadascasadocontoeroticoconto eroticosconto erotico cunhadatia contoscontos gravidascontos eroticos de adolecentescontoerotococontos eroticos com enteadascontos eroticos pai comendo filhacontos de sexo realcontos eroticos analconto erotico tremconto erotico gravidaconto eroticos reaiscontis eroticoporno incesto brasilexibicionismo contoscontos eroticos veridicoscontos eroticos abusadacomendo a irma contoscontos erotivcoscontos eroticos safadasconto erotico com negaosendo encoxadacontos de cornosdei pro amigo do meu maridocontos de sexo explícitocontos insestoconto erotico amadorcontos eróticos realcontos eróticos lesbicoscontos eroticos namoradaconto irma